Absolut Country of Sweden, parte 1 - The Vicious, Regulations e Masshysteri

Quem me conhece sabe que sou muitíssimo fã de bandas suecas no geral, e muitas de minhas bandas favoritas atualmente são de lá. Baseado nisso então resolvi fazer uma série esporádica de "megaposts" de bandas suecas que estão de certa forma ligadas entre si. Esse é o primeito post da série, trazendo três bandas de Umeå que atualmente estão entre as minhas preferidas, The Vicious, Regulations e Masshysteri.

The Vicious


The Vicious pode ser considerado o "embrião" do Masshysteri, e uma das principais responsáveis por esse "revival" punk que ocorreu na Suécia nos idos dos anos 2000. A banda foi formada em 2005 por Robert Petterson nos vocais, Sara Almgren (LINDA!) na guitarra, Andreas Johansson no baixo e André Sandström na bateria. Mais tarde Andreas foi substituido por Erik Viklund. Todos os membros do Vicious já eram experientes e já tinham passado por outras bandas ou tinham projetos paralelos, que aliás são uma cacetada, eu certamente não vou lembrar de todos eles, mas os mais notáveis são o Cult of Luna (Andreas Johansson), The Lost Patrol (André Sandström e Robert Petterson), International Noise Conspiracy (Sara Almgren) e o Regulations, que já estava na ativa desde 2003 e era a banda do Robert Patersson.



A banda teve um tempo de vida curto, de 2005 até 2008. Nesse curto tempo de vida, lançaram um single, "Suicidal Generation/Suspicions" (2005), dois EPs 7'', "Igen" (2007) e "Obssessive" (2006), e dois LPs, um auto-entitulado de 2005 e "Alienated", de 2006. O som é baseado no punk rock dos anos 70, dos Dead Boys, The Damned, Clash, Buzzcocks e todas essas bandas que amamos muito. Pouca distorção, porém riffs rápidos e nervosos, músicas curtas, bateria no gás, boas linhas de baixo e um vocal bastante carismático. Uma grande banda, de fato. Quando se separaram, Sara, Robert e Erik formaram o Masshysteri.

Masshysteri


O Masshysteri foi formado em 2008 e era basicamente Robert na guitarra, Sara no baixo e Erik na bateria, com Robert e Sara dividindo os vocais. A banda é mais ou menos uma continuação dos caminhos que o Vicious estava tomando no final da carreira, em 2007 com o 7'' "Igen", apostando num som mais original, com mais influências de Hüsker Dü, Replacements, Wipers e um pouco de powerpop além de letras em sueco, mas sem perder as referências do punk rock 77.



De todas as bandas dessa "onda" punk sueca dos anos 2000 o Masshysteri certamente é a que eu mais gosto, talvez por mostrar um som mais original e fugir do óbvio. Infelizmente a banda também teve um tempo de vida curto e acabou em 2010 após o lançamento do segundo disco, auto-entitulado, e na minha opinião o ápice da banda, e não sei dizer se os membros continuam tocando em outros projetos atualmente... O Masshysteri também lançou o (ótimo) LP "Vår Del Av Stan" em 2008 além de um EP e um single no mesmo ano, "Monoton Tid" e "Paranoid", respectivamente.

Regulations


O Regulations é talvez a banda mais conhecida dessa nova onda do punk rock sueco e começou as atividades em 2003, das cinzas do Epileptic Terror Attack (banda skate punk MUITO FODA, que em breve terá seu espaço aqui), com Otto nos vocais, Marcus na guitarra, Robert Patersson no baixo e Jens Nordén na bateria. Diferente do E.T.A, que investia num som mais rápido e agressivo, o Regulations aposta num hardcore punk mais tradicional, na linha do Germs, Circle Jerks, D.I. e Black Flag pré-"Damaged".

O som deles soa exatamente como as bandas de punk e hardcore americanas dos anos 80 e particularmente me lembra muito o Circle Jerks e o Germs. Pouca distorção, riffs rápidos, vocal desleixado, total Califórnia anos 80 mesmo.



Em 2003 lançaram dois 7'', "Destroy" e um auto-entitulado, já em 2005 sai o primeiro disco, auto-entitulado, seguido de "Electric Guitar" em 2006 e o EP "Different Needs" em 2007, o último disco lançado pela banda foi "To Be Me" em 2010 e desde então não saiu mais material novo dos caras, não sei nem dizer se ainda estão na ativa, mas eu creio que não, infelizmente. Uma ótima pedida pra quem é fã do hardcore old school dos anos 80 e gostar de beber, pogar e beber mais ainda.

Espero que vocês tenham gostado desse que é o primeiro post dessa série de bandas suecas. O próximo virá quando me der na telha, pode ser amanhã, semana que vem, no próximo mês ou daqui a três anos. Abaixo estão os links para os downloads dos discos, façam bom proveito!

The Vicious - Obsessive EP
The Vicious - Alienated
The Vicious - Igen 7''
Masshysteri - Masshysteri
Regulations - Regulations
Regulations - To Be Me

One thought on “Absolut Country of Sweden, parte 1 - The Vicious, Regulations e Masshysteri”

Leave a Reply