Radio Birdman - Os mestres do punk rock 'n' roll australiano


Na segunda metade dos anos 70, o underground australiano presenciou um fenômeno de movimentação contracultural único. Inúmeras bandas surgiam nas garagens de Sidney ou Melbourne, influenciadas pelo rock 'n' roll de Detroit/Ann Arbor, pelo rock garageiro americano dos anos 60 e mesmo pelo powerpop e pela surf music. Embora muitas das bandas dessa cena como o The Saints, Hellcats, The Visitors e o Radio Birdman (banda que será abordada hoje) sejam enquadradas no meio punk, e mais tarde inclusive tendo "adotado" o rótulo, elas tinham algo peculiar, que as destacavam das demais bandas do gênero na época. Talvez a remota localização do continente australiano aliada às mais variadas influências dessas bandas tenham ajudado a criar algo único, especial.

O Radio Birdman é uma das principais bandas dessa cena australiana de punk rock/garage rock. O embrião da banda tem seu início em 1972, quando Deniz Tek, americano, natural de Ann Arbor e que presenciou todo aquele turbilhão da cena underground da região na época, incluindo shows do MC5, Stooges e The Up, mudou-se para a Austrália (Sidney), com a intenção de estudar medicina. Tek era um ótimo guitarrista e não tardou para montar uma banda com os amigos da faculdade, chamada Screaming White Hot Razor Blades. Eles faziam apenas covers de clássicos dos anos 60, principalmente Rolling Stones. Houveram constantes mudanças na formação do grupo, que chegou a mudar de nome duas vezes, primeiro para Cunning Stunts e depois T.V. Jones, já em 1974. À essas alturas, já trabalhavam em músicas próprias, e inclusive chegaram a gravar material para o que seria um compacto 7'', que jamais foi lançado, pois acidentalmente a fita master foi apagada. Uma das faixas gravadas para o compacto do T.V. Jones era "Snake", mais tarde regravada pelo Radio Birdman. Desmotivados, não demorou muito para a banda encerrar suas atividades.



Na mesma época, outra banda chamada The Rats tocava pelos arredores de Sidney, fazendo covers de New York Dolls, Stooges, MC5, Kinks e afins. A aproximação dessa galera com Deniz Tek foi natural, e o vocalista do grupo, Rob Younger, logo se tornou um grande amigo de Tek e passaram a dividir uma casa. Pouco tempo depois do T.V. Jones acabar o Rats seguiu o mesmo caminho. Foi ainda mais natural que Rob e Tek resolvessem formar um novo grupo. Para completar o time, chamaram o baterista Ron Keeley e o baixista Carl Rourke, que eram do The Rats e o tecladista Pip Hoyle, que era do T.V. Jones. Com essa formação, nascia o Radio Birdman. O nome da banda surgiu à partir de um erro na audição de "1970", do Stooges, onde eles pensavam que Iggy Pop cantava "radio birman" ao invés de "radio burnin'" nesse verso da canção: "Outta of my mind on a saturday night /1970 rollin' in sight /Radio burnin' up above/Beautiful baby, be my love".


De início, a banda tirava vários covers, mas foram acrescentando cada vez mais músicas próprias em seu repertório e começaram a adotar uma postura mais agressiva e enérgica nos palcos. Com isso, começaram a atrair um público mais radical, e nisso os shows quase sempre terminavam em tretas, o que acabou resultando que a banda fosse banida de diversos pubs de Sidney, que além de temerem por confusões por parte do público, achavam o som do Radio Birdman agressivo demais. E eles se convenciam que o caminho a ser seguido era tocar cada vez mais rápido, mais alto e mais pesado. Os shows ficavam cada vez mais escassos, porém a fama aumentava, principalmente pela imagem de durões, doidões e barulhentos que passavam. Além disso, foram publicados alguns artigos sobre a banda na hoje lendária RAM Magazine. O problema é que haviam cada vez menos lugares para o Radio Birdman se apresentar e em pouco tempo foram proibidos de tocar em toda e qualquer casa de shows em Sidney. A solução foi tornarem-se residentes em um dos poucos espaços que ainda os aceitava, a Oxford Tavern. Ao mesmo tempo, Tek e Pip Hoyle chegavam ao quinto ano do curso de medicina, o que tornava o tempo dos dois bastante escasso. A situação fez com que o Radio Birdman diminuísse drasticamente o número de aparições ao vivo. Se era ruim por um lado, por outro era bom, pois sempre que se apresentavam na Oxford Tavern, era considerado um evento e a galera comparecia em peso.

Na metade de 1976, a banda já tinha um grande público, e decidiram então entrar em estúdio para gravar um compacto duplo, com 4 faixas. "Burn My Eye" é um clássico do rock 'n' roll australiano e hoje é um raro item de colecionador. O disco, na época, foi vendido via correio por anúncios da RAM Magazine e teve uma tiragem bastante limitada, que esgotou rapidamente. 



Em 1977, a Oxford Tavern correu um grande risco de ser demolida, porém a banda se mobilizou para impedir o fim de um dos únicos locais que ainda os aceitavam, que logo após passou a se chamar Oxford Funhouse. Não só salvaram o espaço como o transformaram em um dos principais lugares para o desenvolvimento da cena underground em Sidney daquela época.

Ainda em 1977, o Radio Birdman lança seu primeiro disco, "Radios Appear". O disco custou apenas 7 mil dólares e de princípio, foi distribuído da mesma forma que o EP "Burn My Eye", via correio através de anúncios da RAM. Mas não demorou muito para aparecerem algumas lojas interessadas e o disco teve ótima aceitação em todo o país. Poucas semanas depois, a WEA australiana ofereceu um contrato para distribuir o disco, que atingiu o 35º lugar dos discos mais vendidos naquele ano. Após várias mini-tours pelo território australiano, boas vendas de discos, músicas tocando direto em programas de rock e rádios alternativas e até mesmo algumas aparições na TV, o interesse de majors pelo grupo cresceu. Acabaram assinando com a Sire Records, que já havia contratado o The Saints, e de olho no mercado internacional, a gravadora preparou uma reedição do "Radios Appear", com algumas diferenças em relação à edição original. Algumas músicas foram totalmente regravadas, outras apenas os vocais, foi adicionado piano em algumas músicas e outras receberam mixagens diferentes. Ambas as versões são ótimas, mas nem preciso dizer que prefiro a original, mais crua.



Após o lançamento de "Radios Appear" fora do território australiano, a Sire arranjou uma tour na Europa para a banda, e o que deveria ser um grande salto acabou sendo um fiasco que culminou no fim do grupo. A tour começou em março de 1978, com pequenos shows em Londres, e a receptividade do público não foi das melhores. Por mais idiota que pareça, o lance do visual pesava muito no início do movimento punk na Inglaterra. Ser punk era ter cabelos curtos e se vestir no padrão Sex Pistols, e toda a banda que fugisse disso não era bem aceita entre o público. Os Ramones sempre foram a única excessão. Além disso, o som deles era considerado "rock 'n' roll demais" para os punks ingleses, que renegavam praticamente tudo que tinha vindo antes deles. E também eram considerados "punks demais" para o público mais roqueiro... Apesar das performances agressivas e enérgicas, o Radio Birdman não foi muito bem compreendido na Inglaterra e a gravadora não deu o maior apoio. Pra piorar, uma prometida tour pelos EUA acabou sendo cancelada. Desgastados, Deniz Tek e Pip Hoyle retornaram à Austrália com a desculpa de que precisavam concluir seus estudos em medicina. Era o fim.

Apesar disso, durante a tour a banda deu um pulo no País de Gales e lá gravou 18 sons para um futuro LP. Com o fim da banda, a Sire adiou o lançamento do disco. Da Austrália, Tek tentou reaver a fita original e lançar o disco pelo menos em seu país. Anos se passaram e a gravadora só enrolava, até que um dia Tek parou de receber respostas e cansado, pegou uma fita cassete que tinha guardado e preservado com 13 músicas da sessão e resolveu lançar assim mesmo. Em 1981 então é lançado "Living Eyes", o segundo disco da banda. Somente em 2005 o disco foi relançado à partir da gravação original, com todos os 18 sons da sessão...



Após o fim do Radio Birdman, Tek, Younger e Gilbert se juntaram ao ex-MC5 Dennis Thompson e ao ex-Stooge Ron Asheton e formaram o New Race, banda que muito em breve será abordada aqui. Pip Hoyle fundou o The Visitors, uma ótima banda com um direcionamento mais new wave/pop. Tek, Younger e Mazuak também chegaram a se reunir várias vezes para algumas apresentações com convidados usando o nome da banda, e inclusive lançaram um disco em 2006, "Zeno Beach", porém desde 2007 parece que não rolou mais nada...

O Radio Birdman é uma das melhores bandas da Austrália e uma das mais importantes também. Seu legado, apesar de curto, merece ser conferido e ouvido com carinho e atenção. Baixe aqui a coletânea "The Essential Radio Birdman: 1974 - 1978", que contém um apanhado de boas músicas da banda para quem quer conhecer o trabalho dos caras.

Leave a Reply